Como economizar no casamento: conheça 6 dicas infalíveis

como economizar no casamento

Casar é o sonho de muitas pessoas. E é completamente normal querer que o evento seja mágico e lembrado por muitos anos. Mas ao mesmo tempo, vem aquela dúvida: “como economizar no casamento?”. Afinal de contas, os gastos são enormes. Se você está preocupado, calma. Existem diversas formas de tornar mais viável financeiramente o grande dia.

Mas antes de apresentar as dicas práticas de como economizar no casamento, é muito importante que o casal esteja com as expectativas alinhadas em relação ao evento. Não adianta um querer uma coisa simples e o outro um mega evento. Isso apenas resultará em brigas. Depois de alinhadas as expectativas, o planejamento do evento em si passa a ser bem mais simples. E quanto antes começar, mais barato pode ficar.

Como economizar no casamento

√ Ter um fundo de emergência pessoal

É importante lembrar que o casal é composto por duas pessoas, ou seja, duas partes individuais. E cada um tem a sua vida, com seus afazeres e suas despesas.Com isso em mente, pense que é possível que apareçam emergências ao longo do caminho, que podem atrapalhar até mesmo os planos para o casamento. Portanto, é importante que cada um tenha a sua reserva de emergência formada.

A reserva de emergência é um montante financeiro no valor de pelo menos 6 meses dos seus custos mensais. Ou seja, se você gasta R$ 2 mil reais por mês para se sustentar, a sua reserva de emergência precisa ser de pelo menos R$ 12 mil reais. E esse dinheiro não deve ser utilizado para bancar o casamento. O mesmo é apenas para emergências.

√ Determinar tempo e dinheiro para economizar no casamento

É muito importante que os noivos definam quando querem casar e quanto pretendem gastar. Pode parecer meio óbvio, mas muitas pessoas não pensam nisso. Apenas começam a planejar a festa e a cerimônia, e quando se dão conta, o orçamento já está em valores astronômicos. Então em muitos casos é necessário começar a cortar algumas despesas, ou então se endividar por muito tempo.

Outro fator importante na hora de definir o orçamento é saber se alguém mais irá contribuir. Os pais ou outros parentes de algum dos noivos pode e irá ajudar? Se sim, pergunte com quanto eles pretendem ajudar.Eu sei que pode ser uma conversa meio chata, simplesmente chegar e perguntar quanto de dinheiro vão dar. Mas mesmo assim é muito importante.

Portanto, explique que vocês estão se planejando, e para isso precisam saber exatamente quanto vai custar o casamento, quanto já tem disponível, para que seja possível determinar quanto cada um terá que economizar para o casamento por mês.

Após definir esse orçamento, é importante que o casal “se agarre” a ele. Acredite, é muito fácil se perder no meio do caminho.

√ Como economizar com os convidados no casamento

Um item que normalmente dá muitas dores de cabeça na hora de planejar o casamento são os convidados. Pois é nessas horas que vem a pergunta: “quem colocar na lista? “. É muito comum acontecerem cerimônias com dezenas ou centenas de convidados. Mas é dessa forma que facilmente se ultrapassa o orçamento, e assim também vai por água abaixo o objetivo de economizar no casamento.

Portanto, é muito importante estabelecer um limite. E para não extrapolar o orçamento, convite as pessoas que são realmente mais próximas. Sabe aqueles parentes que moram em outro estado e você não tem contato faz 10 anos? Pois é, se o orçamento está apertado, não se sinta na obrigação de convidá-los.

Da mesma forma com os colegas de trabalho. É normal conviver com centenas de pessoas no trabalho diariamente. E a tendência é querer convidar todos para ninguém se sentir excluído. Mas não faça isso.

Para que não aconteçam desentendimentos, é importante explicar para todas essas pessoas, familiares e amigos, que sim, você vai se casar. Entretanto, devido às contas estarem apertadas, e por querer fazer algo mais simples, não poderá convidar quem gostaria . E que por esse motivo vai convidar somente os mais próximos. Faça isso e verá que a maioria das pessoas vai entender e não ficarão magoados.

√ Economize pesquisando sem ir aos fornecedores do seu casamento

Parece meio estranho né, mas deixa eu explicar. Antes de você começar a pesquisar os fornecedores dos itens que serão necessários, faça uma busca com pessoas que já se casaram. Com isso é possível pegar um pouco das experiências dessas pessoas. Certamente elas lhe darão boas dicas.

Porque depois de já terem passado por tudo o que você está passando, elas têm opiniões formadas sobre onde acertaram, e onde poderiam ter feito de outra forma. Assim você vai pegando informações valiosas e montando o seu próprio planejamento.

√ Não diga aos fornecedores que está se casando

É claro que mesmo pesquisando com pessoas que já se casaram antes, eventualmente você terá que cotar com fornecedores. E dentre todas as dicas apresentadas nesse artigo sobre como economizar no casamento, acredito que essa seja uma das mais poderosas.

Ao entrar em contato com os fornecedores, sempre que possível, não diga a eles que está se casando. Portanto, se não existe a real necessidade de o fornecedor saber que o evento para o qual você está cotando determinado produto ou serviço é um casamento, não diga nada. Fale apenas que é um evento para um número X de pessoas, que acontecerá em tal data.

É claro que em alguns casos não há como escapar de mencionar que o evento é um casamento. Se for cotar um fotógrafo em Santos, por exemplo, o mesmo precisa ter essa informação, até mesmo porque estará presente no evento.

Os fornecedores anunciantes do Na Mosca possuem os melhores preços e podem te ajudar na economia do seu casamento. Acesse o Portal e faça a festa dos seus sonhos pagando pouco.

√ Economize no casamento investindo o dinheiro

Depois de definida a data e o orçamento, você e o seu parceiro(a) já devem começar a economizar para o casamento. Mas além disso, é muito importante começar a investir dinheiro também, ao invés de só deixar ele parado na poupança. Dessa forma o mesmo já vai rendendo, e quando chegar a hora de usar, o valor economizado será maior.

É muito importante saber qual aplicação financeira escolher para investir o seu dinheiro. Por isso é preciso ter em mente quanto tempo falta para o casamento. Ou seja, quando você precisará do dinheiro. Além de saber também quanto sairá a festa.

Desse modo é possível escolher uma aplicação que atenda a essas características. Por exemplo se o casamento é daqui a 2 anos, é possível escolher um investimento com um prazo de aplicação semelhante (de preferência um pouco menor), para ter o dinheiro na mão um pouco antes da data. Se o prazo for menor, como 1 ano ou menos, aplicações com liquidez diária (que pode resgatar a qualquer momento) são as mais indicadas.

O Tesouro Selic é uma ótima opção nesse caso. Porque é possível fazer aportes com aproximadamente 100 reais, podendo resgatar a qualquer momento, e sem correr o risco de perder dinheiro. Ao aplicar os itens que foram apresentados nesse artigo você conseguirá realizar o seu casamento por 70% do valor original, ou até menos.

Portanto, aproveite também para compartilhar essas dicas de como economizar no casamento com seus amigos, através das suas redes sociais. Quem sabe eles não lhe passam outras dicas úteis também. Assim todos saem ganhando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *